Winter Elopement in Snaefellsnes, Iceland

 

One day I came home to find this message in my inbox:

(sorry guys, it’s in Portuguese, but she writes it so beautifully that it would be a sin to translate it!)

And yes, if you write me such a wonderful mail like this, I will cancel everything I have to do and come and shoot you!

“Juliana,

Muito prazer, você entrou em nossas vidas!

Com certeza esta deve ser uma das apresentações mais bizarras que você já recebeu em seu e-mail, mas calma, vou antecipar que este será um e-mail sobre trabalho! 

Eu sou a Giovanna. Giovanna Borgh, brasileira, de São Paulo e filmmaker de casamentos.

Eu conheci o Diogo Gameiro, brasileiro, de Curitiba e cineasta, há 2 anos. 

Namoramos poucos meses depois que nos conhecemos (aliás, nosso relacionamento bem orgânico e intenso ao mesmo tempo já era sério desde o primeiro café que tomamos juntos) e um pouco antes de completarmos 1 ano de namoro, fizemos uma viagem inesperada para Estocolmo. O Diogo foi a trabalho e eu, acompanhando e aproveitando! 

Em uma semana de estadia na cidade, de maneira intensa, bem no inverno, pouca luz e muitos fika com suecos regadas à kanelbulle, fomos pegos e nos apaixonamos muito pela cultura local. 

Quando voltamos para o Brasil, eu que já era bem interessada na Escandinávia, especialmente a Islândia, mudei meu foco de estudo e não tirei a Suécia da cabeça. Exatamente como o Diogo. Fizemos um curso de cinema escandinavo, começamos a aprender Sueco pelo aplicativo de idiomas Babbel, pesquisamos diversas formas de cultura Sueca falando com os amigos suecos, assistindo o seriado Bron, acompanhando a influência da Suécia nas notícias mundiais… 

A Suécia tem sido uma imensa fonte de inspiração para este momento da nossa vida. E aí, assistimos o “Brasileiros na Suécia” e foi de lá que criei uma simpatia por sua pessoa, mãe e posso apostar, gente boa! 

Entrei no seu site por curiosidade, já que eu trabalho no mercado de casamentos aqui no Brasil, e ganhei uma surpresa gostosa. Além de você ter um trabalho lindo e de muita qualidade, o seu trabalho me iluminou a ideia perfeita de casamento… Do meu casamento!

Eu já filmei e participei de uns 200 casamentos nesta vida e nunca tinha encontrado uma ideia perfeita para mim e para o Diogo. Somos cineastas, que gostam de contar histórias e levam tudo muito a sério. Coisas plásticas não combinam com a gente. Também não faz sentido para nós investir o dinheiro que temos e não temos em uma festa, já que somos super caseiros e tímidos. Mas eu queria algo épico para nossa vida de casal e espiritualmente transformador. E foi no seu trabalho que encontrei a ideia perfeita. 

Queremos realizar o sonho de ver a aurora boreal e selar com o universo, com o criador, nosso amor em forma de imagem. Certamente não haverá igreja ou decoração mais linda. Não existirá cerimonialista mais presente do que nossos corações. E ainda assim, investir financeiramente em algo eterno: fotografia e conhecimento.

E aqui, eu te incluo. 

Nós temos milhares de amigos fotógrafos e poderíamos fazer este pedido a muitos deles, mas, eu sinto por toda esta história que te contei, que deve ser você a realizar este trabalho para nós. 

Seremos só nós dois, é tudo o que sei até agora! rs. Não temos data definida, não temos ideia de que roupa seria melhor e muito menos o local. 

Nós podemos nos adaptar a esta ideia como um “ensaio fotográfico”. Não temos protocolos a seguir e estamos totalmente dispostos a fazer acontecer. Aliás, queremos as melhores condições para as fotos, pois o intuito de viajarmos para o outro lado do mundo, será somente este.

Com este sonho criado e apresentado, te deixo a responsabilidade de nos indicar o melhor caminho e possibilidades disso se tornar real. Suas datas, orçamento, lugar, enfim, o que você puder fazer por nós e o que não puder também.

Sei da dificuldade disso tudo mas também sei que você é especialista nestas questões… 

Enfim, termino aqui este e-mail gigante! Me desculpe, mas era importante contar tudo. Aguardo seu retorno sobre nossas ideias!

Ah! Acho que você entenderá muito da nossa alma criativa se ver os filmes que eu faço! Se tiver mais tempo livre, te indico me conhecer aqui: https://vimeo.com/141617814

Com amor,

Giovanna (e Diogo)”

 

 

Needless to say that after that mail and my feeling amazingly honoured that such great cinematographers had given me the trust to document one of the most important days of their lives, I booked both my friend Jennie (my Iceland expert) and Johan (the owner of my heart!) to come along this adventure. The more the merrier. That’s one of our mottos!

And an adventure it was! For three days of a couple of hours of daylight and a lot of freezing cold (saved partially by my traditional ginger / cinnamon tea that I always bring to Iceland), we did not only experience a lot of the Icelandic soul but also started a friendship that I’m sure will last for many years to come.

As I usually say, I have the best job in the world not only because, come on guys, IT IS the best job in the world, but also because it brings me so many wonderful people to our lives.  And Gi and Di, I hope that one day you will make the dream of living in Sweden true. You are already more Swedish than you can imagine and we miss you too much around here already!

And a little list of things I learned with Giovanna & Diogo:

-If you are planning an elopement, go to a “self-make up and hair design” course. Giovanna had done that and photographed/filmed every step of the hair-doing and the make-up so she could re-create what a professional would have done.

-Diogo had both two of his loves in his outfit: Sweden &  Iceland. As I also have a degree in Graphic Design, no need to say I looooove when people think of these subtle details. So his long coat is from Tiger Sweden (so cool that even Johan bought the same one when we got back! hihihi) and his pullover is bought in the great Icelandic, 66north store in the airport in Keflavik (great idea for you wanting to buy an Icelandic Sweater: do it before you pick up your luggage at the airport!)

-Giovanna brought along a blanket Diogo’s grandma had knitted together. What a beautiful sentimental plus for their images!

 

“Ju,

I know I talk a lot normally, but I truly don’t know what to say now. 

I don’t want to say I’m happy nor thrilled nor any other thing that uses words to describe what I feel. I just wanted to give you all a huge bear hug and a big smile.
For the beautiful, touching and sincere photos that we now have, that truly shows how we are and express how we feel; for the company, the tips, the help, the laughs and the talks; but mostly and more importantly for the friendship.
To summarize, we have gorgeous pictures, a heartfulling ceremony under the auroras, and we got you. We couldn’t ask for anything else. 
So I’ll just say: thank you!
Love, 
Di and Gio”
And here you have the story of their elopement, from three different photographers!
Curiosities and Serendipities: Giovanna found me through a program I did many years ago for the Brazilian Television, “O mundo segundo os Brasileiros”. The program had NOTHING to do with photography, but with living abroad as a Brazilian. When I met I also found out that Diogo comes from the same hometown as I do in Brazil and is as nerdy as we are with information, knowledge and technique. And Giovanna and Diogo are the most Swedish Brazilians I’ve ever met!

ABOUT US

That's us, J & J. A couple in weddings and in life!

We found each other through our passions, among them photography, good food and super heroes & fantasy and we are dying to meet you and tell the world your story.

We hope you think we are a good match!

Big hugs from Stockholm!

Juliana & Johan

MENU